Virgindade não é opção, é bênção! (Parte 3)

Alguns questionamentos podem ser feitos ao jovem/adolescente, levando-os à reflexão, sobre o assunto virgindade.

Abaixo vamos relacionar algumas perguntas:

· Por que você sente vergonha ou medo de dizer que é virgem? Para quais pessoas você tem vergonha de dizer isso?

· Por que você acha que os outros zoam quem é virgem?

· Você deseja se casar virgem? Por quê?

· Como você explicaria a outro cristão por que você quer casar virgem?

· Como você responderia a uma pessoa que não é cristã o motivo de você querer casar virgem?

· O que preciso fazer para conseguir me casar virgem?

· O que preciso evitar para me casar virgem?

· Como responder e reagir às zombarias na escola, faculdade ou trabalho?

O lado emocional dos jovens, quando estão envolvidos com esse tema, entra em conflito com muita facilidade, porque é um momento muito difícil que envolve a sua sexualidade. E para o jovem que não se alimenta da Palavra de Deus fica mais difícil ainda.

Os apelos visuais que a mídia oferece são muitos. A batalha para se manter santo em um relacionamento de namoro e noivado, torna-se mais árdua a cada dia.

É preciso haver entre o casal de namorados ou noivos, cumplicidade no querer santificar-se e compromisso no ceder aos desejos e vontades da carne.

A virgindade, tanto para o homem quanto para a mulher, é fator de muita importância para Deus. No caso de rapazes e moças que se converteram após já terem tido relacionamentos sexuais, o que vai ter peso são suas atitudes dali para frente.

Para nós cristãos, não interessa como caminha a sociedade, pois devemos “evoluir” com a sociedade naquilo que ela respeita as orientações da Escritura. E naquilo que a sociedade se distancia da Palavra de Deus, o cristão deve ficar com a Palavra e não com a sociedade.

Concluímos afirmando, que o jovem que decide esperar o momento certo de ter relações sexuais, que no caso é com o casamento, estará livre de conflitos interiores e culpas, podendo viver em paz e feliz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *