Sobre o perdão (Parte 2)

Enquanto o perdão não é liberado, a pessoa começa a apresentar um comportamento desajustado e ter atitudes como : irritar-se com facilidade, mentir demasiadamente, memória fraca, impaciência, choro persistente e outros comportamentos.

O primeiro passo para perdoar, é se libertar do “orgulho”. Exercício de auto-reflexão.

O perdão resolve todos os problemas emocionais. Vejamos a Oração do Pai Nosso em MT 6:9-15.

O perdão nos traz benefícios, que não se pode negar. A Bíblia aponta o perdão como um meio de suavizar, acalmar, abrandar o sofrimento e uma oportunidade de recuperação, de se resgatar algo que se perdeu ou se deteriorou.

“Deus é amor”, é a mais formosa definição que a Bíblia apresenta. E a maior prova do Seu amor para conosco, foi perdoar todos os nossos pecados. Porque Ele nos ama, Ele nos perdoou. Perdoar é um atributo de Deus.

A Palavra de Deus declara em Ef 4.32 – “Sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo vos perdoou.”

Perdão, um remédio para a cura da alma.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *