Sim, nós temos um dono!

Enquanto folheava um diário de oração escrito por mim durante um ano, tive a oportunidade de reviver muitos momentos de busca intensa e orações respondidas. Muitas experiências foram registradas,  mas uma era especial demais para não ser contada.

Meu filho mais novo, na época com dois meses de vida, estava com suspeita de uma doença grave que poderia afetar seu desenvolvimento por completo.  Enquanto esperávamos uma semana para a realização do exame, decidi me entregar em oração,  oração daquelas que sua fé é firme, mas seu coração a todo tempo quer te fazer vacilar.

É a oração que Ana fez derramando seu coração a Deus pedindo por um filho que ainda não existia ( 1Sm 1.13); é o coração daquela mãe lá de Naim,  que já havia perdido o marido e agora levava seu filho para ser sepultado (Lc 7.12). É o esforço que a mulher do fluxo de sangue fez para chegar até Jesus,  sua única esperança ( Lc 8.43).

Eu e você não somos as únicas a passarmos por dias difíceis. O dia mal que abateu Noemi de tal forma que a fez mudar de identidade, de encantadora a mulher amarga (Rute 1.20), que fez a mulher de Jó desejar a sua morte (Jó 2.9). Situações como essas têm assolado milhares de pessoas.

O dia do diagnóstico médico desfavorável, o dia em que você descobre que foi traída,  ou quem sabe aquele dia que você se olha no espelho e vê que o tempo passou e você ainda está só.  Aquele dia em que você foi demitida ou foi considerada desqualificada para ocupar determinada função. O dia em que Deus simplesmente diz não.

Lembro-me de ter sussurrado no ouvido do meu bebê: “isto é servir ao Senhor!“, logo após o resultado negativo do exame. Deus estava conosco, e tudo o que eu queria naquele momento era dizer ao meu filho o que realmente era ser Filho de Deus.

Nós temos um dono!

Aquele que nos atrai para si com cordas de amor e que ainda assim nos fez livres. Sendo livres, temos a chance de escolhermos ser melhores do que realmente somos, porque sua graça nos capacita. Graça essa que não merecemos, mas que nos dá condição de passarmos por qualquer situação, pois essa graça nos é suficiente.

Se o medo está à sua porta, Ele é o seu Pastor e, ainda que seja no vale da sombra e da morte, Ele estará com você.  Ele é o Deus que não só provê, mas que te ensina a viver contente em qualquer situação. Se você foi traída, Ele te dará um coração perdoador e coragem suficiente para decidir perdoar. E se você está sozinha… não! Você não está, porque Ele jamais te deixaria. “De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.”(Hb 13.5b)

Sim, nós temos um dono!

Deus não é como nós que por vezes colocamos água no fogo e esquecemos lá até que seque. Ele sabe o que faz, e Sua vontade não irá levá-lo a uma provação onde Seu Amor não te possa acompanhar.

Posso imaginar Jesus com olhar cheio de compaixão,  e com a voz mansa diante da multidão dizendo: “não chores” ( Lc 7.13). Nesse momento,  eu e você,  com o rosto molhado e olhos embaçados de lágrimas nos apresentamos em oração, e depois de derramadas nossas súplicas Ele nos diz: “Não se preocupe,  você tem um dono!”.

Joyce Consoli é casada, mãe de três filhos; congrega na Igreja de Deus do Guará (DF); e atua no Ministério de Louvor e pregação da Palavra.

Comments

3 Comments
  1. Avatar
    posted by
    Sirlei
    nov 10, 2015 Reply

    Linda mensagem….fui tremendamente abençoada

  2. Avatar
    posted by
    DULCENEA
    nov 23, 2015 Reply

    Deus te abençoe . grandes sao os propositos de DEUS NA SUA VIDA

  3. Avatar
    posted by
    Cida Marambaia
    nov 24, 2015 Reply

    Esse éo Deus que nós sendo livres escolhemos servir.
    Vai tu nessa tua força amiga.
    Ebenezer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *