Repaginando a razão…

“A primeira pessoa a apresentar sua causa sempre parece ter razão, até que outra pessoa venha a frente e defenda sua tese” – (Pv 18.17)

Todos estão certos… mas o erro existe!  Este é um tempo marcado pelo culto ao ego, quando o indivíduo coloca a si mesmo e suas convicções acima de tudo e de todos… Um dos perigos em tal comportamento são as perdas das oportunidades, tais como perceber o outro, ouvir e preciosamente se repaginar, refletir-se enquanto pessoa mutável, com possibilidade de aprimoramento e porque não considerar, mais saudável.

Ao percebermos de maneira enfática os erros alheios que, aos nossos olhos se tornam imensos, alvos das nossas críticas e julgamentos, consequentemente deixamos de atentar para quem de fato somos.

Quando reconhecemos que também desfocamos em alguns momentos, do ideal, para Deus, para nós e para os outros, e carecemos da misericórdia e “conserto” do Alto, agimos para com outros, na mesma base da misericórdia. Quem nunca reconhece seus erros, dificilmente amadurece como ser humano, dificilmente “se refaz”, dificilmente perdoa, pois a satisfação do julgamento impera em face de novas oportunidades… quem nunca reconhece seus erros, exige que outros ajam com um altruísmo que ele próprio não se dispõe a dar…

Todos são passíveis de agirmos assim e apresentarmos nossas “razões” como determinantes, indiscutíveis, afinal, reconhecer erros e falhas não é algo fácil, mas se tentarmos derrubar nossa arrogância, em nome de coisas maiores, tais como, harmonia, amizade e um interior renovado, então, por certo, conseguiremos. Em última análise, nunca sabemos quanto nos resta de oportunidade, chances para refazermos caminhos e neles, com certeza, há pessoas únicas, especiais, não por elas mesmas, mas por terem se tornado verdadeiros presentes do Alto, bálsamos em nossa jornada, reais tesouros…

Em Cristo,

Lídia Lopes é pastora, bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, com convalidação na Escola Superior de Teologia (RS). Professora de Hermenêutica e Visão Panorâmica do AT e NT no Seminário Teológico do Oeste e Palestrante.

Comments

1 comentário
  1. Avatar
    posted by
    Edna Solange
    nov 16, 2018 Reply

    “…nunca sabemos quanto nos resta de oportunidade, chances para refazermos caminhos e neles, com certeza, há pessoas únicas, especiais, não por elas mesmas, mas por terem se tornado verdadeiros presentes do Alto, bálsamos em nossa jornada, reais tesouros…”. Sim, Lídia Lopes, você mesma é um presente do Alto. Bjs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *