Prova de resistência para desafios maiores!

cavalos2

“…se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com cavalos?” (Jr 12.5)

Ele era um homem comum com uma responsabilidade desafiadora: ser porta-voz da repreensão e desagrado do Senhor, face a uma gente desobediente, infiel, que havia quebrado a aliança. Sua mensagem é rejeitada, seus inimigos tramam a sua morte (Jr 11.18); e ele, apresenta-se queixoso perante o Senhor; o Senhor… o Senhor lhe fala no íntimo, mas não lhe acalenta, nem lhe promete alívio imediato, antes, questiona sua resistência.

O Senhor o compara a um homem que corre em competição, e até aquele momento, correndo com iguais, no mesmo nível; sendo assim, como seria, se tivesse desafios maiores? O competir na eficácia e velocidade “dos cavalos”?

Somos bem parecidos com o profeta; há situações difíceis, opressoras e assim como ele, choramos nossas dores e também questionamos ao Senhor. Por vezes, nos angustiamos e deixamos de perceber que não tem como evitá-las, estão em nosso contexto, contudo, não são invencíveis, estão niveladas conosco. Este fato também evidencia a possibilidade de desafios maiores à nossa frente, corridas mais velozes, em que de fato, nossa resistência será colocada à prova.

Como sobreviveremos às maiores dores, perdas e opressões? Já nos alerta o sábio: “se te mostras fraco no dia da angústia, a tua força é pequena”. (Pv 24.10)

A notícia sobressalente é: O Senhor que nos chama a atenção, supre nossas insuficiências. “…Eu com toda certeza o fortaleci para o bem, intervim a teu favor, no tempo da desgraça e da provação…” (Jr 15.11) – Palavras do Senhor, ditas para Jeremias, um homem triste, ferido… essas palavras de igual modo nos calam, acalentam-nos! Sempre haverá desafios maiores, dissabores a serem vencidos, contudo, creiamos em nossa resistência, pois, quando a mesma, é fortalecida no Senhor, mesmo em tempos de desgraças e provações, aprovada será!

Que em nós, assim se cumpra.

Lídia Lopes é pastora, bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, com convalidação na Escola Superior de Teologia (RS). Professora de Hermenêutica e Visão Panorâmica do AT e NT no Seminário Teológico do Oeste e Palestrante.

Deixe seu comentário