O grande propósito da família

“Tomai mulheres e gerai filhos e filhas, e tomai mulheres para vossos filhos, e dai vossas filhas a maridos, para que tenham filhos e filhas; e multiplicai-vos ali, e não vos diminuais. E procurai a paz da cidade, para onde vos fiz transportar em cativeiro, e orai por ela ao Senhor; porque na sua paz vós tereis paz.” Jeremias 29:6,7

O modelo de família na sociedade pós-moderna é aquela que está sempre em evidência na mídia, nas propagandas de televisão, nos rótulos de alimentos, todos unidos e felizes. Eu digo que não é este modelo de alegria superficial que Jesus quer trazer para a família que O serve nos dias de hoje.

Pode-se afirmar que a família foi a primeira igreja instituída diretamente pelo nosso Deus com o único propósito de adoração a Ele. Pois, antes mesmo de existir na sociedade, Deus já havia estabelecido-a no Éden. Em nossos dias, ao vermos o noticiário da televisão, intuímos que em muitas famílias não há adoração, não há louvor a Deus. E consequentemente, não há amor, carinho, diálogo, respeito, não há valores cristãos.

Tentam desvirtuar os propósitos de Deus para família nesse século, mas essencialmente a escassez de amor na humanidade é a mais desastrosa, o elo poderoso do amor que une casais, filhos, pais, parentes próximos e amigos. Da mesma forma que, sem amor, desistimos de lutar, de permanecer juntos ou somos marcados pela indiferença e a distância. Em 1 João 4:8, lemos: “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.” A família que ama a Deus, reconhece que necessita do amor d’Ele para continuar sólida e unida.

Jesus Cristo ao instituir a primeira família, imaginou-a perfeita, sem mácula. A Família nos moldes de Deus foi concebida para ser feliz, mas devido ao pecado, a família afastou-se do propósito principal: Adorar e glorificar o Seu Criador!

O Senhor Deus em sua infinita misericórdia e Graça instituiu através de Jesus Cristo, seu Filho uma nova família: Sua Igreja. Esta, com a missão maior de zelar pelo propósito inicial de Deus: Adoração e comunhão ao Senhor.

Na Igreja do Senhor estão reunidos componentes de vários lares, que por Jesus estão unidos… nessa família somos todos irmãos. Eis aí o segredo da nossa força, a nossa comunhão!

A felicidade tão almejada, a verdade, e a força da família está em Jesus, e dentro do desígnio maior do Pai, que nos criou para seu louvor. Portanto, se queremos uma igreja forte, viva e saudável, devemos cuidar da primeira igreja: A família. Pois é nela que está a base do amor divino.

Cabe a nós, como Igreja do Senhor, resgatar o plano inicial de Deus para as famílias, para que vivamos uma real comunhão, amor e fé em nossas igrejas.

E serei achado de vós, diz o Senhor, e farei voltar os vossos cativos, e congregar-vos-ei de todas as nações e de todos os lugares, para onde vos lancei, diz o Senhor, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei.” Jeremias 29:14

 

Simone Maia de Carvalho é pedagoga, cursando integralização de Teologia pelo IBADERJ, membro da Igreja do Evangelho Quadrangular em Bangu (RJ) e professora de EBD na Classe de Adolescentes.

 

 

Comments

1 comentário
  1. Avatar
    posted by
    Edilene maria de souza
    nov 11, 2015 Reply

    Oi linda . De grão em grão q se enche os celeiros . bjus .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *