Não perca o equilíbrio… nosso alvo é Jesus!

Nas últimas semanas, tenho tratado uma grave crise de labirintite. A sensação de não ter domínio sobre o próprio corpo, é horrível… Tonteiras, dores de cabeça, impressão de que pode cair a qualquer momento, não poder andar olhando para o chão, mas ao mesmo tempo, precisar se apoiar para não perder o controle…

Um dos exercícios que a médica me ensinou a fazer em momentos de crises mais graves  é buscar um alvo, um foco! E depois, com a visão direcionada para o alvo, prosseguir em segurança.

Porque estou falando isso? Porque existem situações nas nossas vidas que nos fazem perder o controle, o objetivo, o foco, o equilíbrio… Experiências traumáticas, dores, perdas, decepções que, podem afetar nossa estrutura ao ponto de andarmos por aí perambulando sem ter uma direção certa.

Portanto, manter o equilíbrio é fundamental. Mas, é bem verdade que nem sempre conseguimos agir da maneira como deveríamos ou gostaríamos. Às vezes, planejamos uma coisa e fazemos outra; pensamos uma coisa e falamos outra; sentimos de uma determinada maneira, mas agimos de forma totalmente contrária…

Muitas vezes, nos deparamos com situações onde esquecemos o significado da palavra equilíbrio ou domínio próprio. Perdemos o controle e vivemos uma verdadeira guerra dentro de nós… Queremos ou sabemos que devemos fazer o que é certo, mas no fundo, gostamos de fazer o que é errado… O apóstolo Paulo retratou bem esse conflito quando escreveu: “... não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço”. (Romanos 7.19).

Este é o conflito da vontade própria (querer resolver do meu jeito) X vontade de Deus (deixar que Ele controle) (Gálatas 5.17). E quando não conseguimos manter o equilíbrio acabamos agindo fora dos princípios divinos.

E é aí que surge o problema… Quando tentamos resolver as coisas da nossa maneira, corremos o sério risco de fazer tudo errado.  Muitas vezes, agimos com o coração ou até mesmo usamos a “nossa razão” pensando que aquilo nos fará bem.

A Bíblia diz que “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso (Jeremias 17.9). E quando agimos de acordo com as nossas vontades, de acordo com o que o nosso coração manda, a tendência é perder o rumo, perder o controle, perder o equilíbrio.

Mas, a Bíblia também nos ensina a entregarmos tudo a Ele. Todos os nossos pensamentos, todos os nossos sonhos, todos os nossos projetos, precisam estar nEle e de acordo com a vontade dEle. No Evangelho segundo escreveu João, fala sobre a videira verdadeira e sobre a necessidade de estarmos enxertados na videira (Jesus). No versículo 5, do capítulo 15, Ele diz que “sem mim, nada podeis fazer”. E quando Jesus diz NADA, Ele quer dizer exatamente isso. Se não estivermos nEle, não podemos nada.

Então, se quisermos ter uma vida equilibrada, devemos manter o foco e seguir o nosso alvo: Jesus. E lembrar sempre que Ele tem o controle de todas as coisas, e que TODAS as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam (Romanos 8.28).

Sandra Freitas é jornalista e editora do Espaço da Mulher Cristã. Cursa Pós-Graduação em Sexualidade Humana pela Universidade Cândido Mendes. Membro da Assembleia de Deus em Cosmos, no Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *