Mães são as que mais influenciam fé cristã dos filhos, aponta pesquisa

Uma pesquisa realizada pela Barna aponta que 68% dos cristãos americanos ao serem perguntados sobre de quem receberam influência para sua fé respondem que vem de suas mães. Na família cristã, os pais ficaram com 46% e um avô com 37%.

O estudo, que examina os papéis que mães e pais desempenham no desenvolvimento das crianças, mostra que os cristãos são muito mais propensos a dizer que suas mães tiveram uma influência maior sobre sua fé do que seus pais.

Esse padrão também foi encontrado entre os adolescentes cristãos, que são mais propensos a dizer que oraram ou falaram sobre Deus com sua mãe no mês passado do que com seu pai.

A pesquisa foi realizada em 2018 e faz parte de um novo livro, Households of Faith.

“Somos incrivelmente bons como igrejas no apoio, capacitação e incentivo à maternidade, e encorajamos as mães a assumir esse papel ativo na vida de fé de seus filhos”, disse Roxanne Stone, de Barna assim que a pesquisa foi revelada.

“Parece que estamos ficando para trás em como estamos apoiando e capacitando pais para realmente se tornar uma parte da orientação espiritual, bem como a orientação emocional para seus filhos”, declarou.

Os adolescentes cristãos também são mais propensos a buscar encorajamento com a mãe do que com o pai, além de conselhos e ajuda na área espiritual.

Os pais só avançam em três categorias: quando os adolescentes precisam de dinheiro, quando precisam de ajuda logística e quando querem que os pais pratiquem esportes.

Fonte: Guia-me /com informações do Christian Headlines

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *