Fugi da aparência do mal

“Examinai tudo. Retende o bem.  Abstende-vos de toda a aparência do mal.”
(1 Tessalonicenses 5:21-22)

Algumas pessoas acreditam no seguinte ditado: “A primeira impressão é a que fica!”? Nós estamos sempre causando boas ou más impressões nas pessoas, através das nossas atitudes. Algumas pessoas não se importam com a opinião das demais a agem sempre de acordo com sua própria razão e vontade, seguindo apenas suas convicções pessoais. Você conhece alguém assim? Entretanto, o estilo de vida cristão é diferente! Vejamos o porquê:

Primeiramente, precisamos entender que ser cristão não é frequentar igrejas ou eventos religiosos. Ser cristão é viver nos valores e princípios do Reino de Deus, os quais foram ensinados por Jesus Cristo. Ser cristão, então, é ser, a cada dia, mais parecido com  Jesus. De modo que se nos declaramos cristãos, as pessoas precisam ver em nossas atitudes características e qualidades do próprio Cristo. (Ex.: Misericórdia, amor ao próximo, perdão, solidariedade, integridade, fé, etc.) Isso é o que chamamos de TESTEMUNHO. É, principalmente, através do nosso modo de agir (testemunho) que anunciamos a Salvação de Cristo!

Entretanto, existem algumas pessoas cristãs que vivem no ritmo do ditado “Falem bem ou falem mal, mas falem de mim”. Conquanto isso pareça ousado, independente e até mesmo moderno, Jesus fez alertas severos a pessoas que queriam viver um modo de vida impensado e irresponsável.

Por exemplo, em Mateus 18:7. Nessa passagem a Bíblia fala de escândalo. E aqui não se trata de uma gritaria; Mas se refere a uma atitude nossa, que resulte no afastamento de uma pessoa (imatura espiritualmente) dos caminhos do Senhor. Jesus nos orienta a retirar de nossas vidas qualquer coisa que provoque ‘escândalo’ (Mc 9:47); E Paulo repete o mesmo ensinamento em Rm 14:21 abordando uma discussão sobre alimentos. De modo que fica claro que atitudes e decisões que causam o tropeço do nosso irmão, em sua jornada espiritual, são falhas nossas de Testemunho. (Vejamos Romanos 14:15)

Mas, como fugir da Aparência do Mal?

  1. Aprenda Avaliar – Precisamos ser criteriosos. Assim como escolhemos àquilo que vamos e o que não vamos comer, precisamos selecionar o que vai entrar em nossa vida e em nossa casa.
  2. Aprenda a Decidir – Pense antes de agir. Pense antes de pecar. As decisões nós tomamos hoje e temos que administrá-las para o resto da vida. Faça sua escolha pensando em como você vai lidar com as consequências.
  3. Retenha o bem e rejeite o mal – Encha a sua mente e o seu coração com as coisas que são do Alto.

A orientação bíblica é não se envolver com o pecado. A importância dessa questão está na preservação da nossa integridade cristã e na legitimidade do nosso testemunho como seguidores de Cristo.

Flavianne Vaz é historiadora. Possuí formação teológica pela FTSA. É membro da Assembléia de Deus – Ministério Crescer. Trabalha no Centro de Estudos do Movimento Pentecostal (Cemp/CPAD).

Comments

1 comentário
  1. Avatar
    posted by
    HAMILTON RODDRIGUES
    out 23, 2018 Reply

    muito bom esse assunto, gostaria de receber esses tipo de estudo por eamil
    abraços. HAMILTON

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *