Eva Bossenberger: aos 100 anos, ela costura para meninas carentes

Na maioria das manhãs, Eva Bossenberger, de 100 anos, acorda entre 3 e 4 horas e vai para sua máquina de costura. Ela está dentro de uma missão e não tem tempo a perder.

No final do ano passado, Eva costurou cerca de 180 peças de roupas para serem enviadas a meninas carentes, em uma operação de Natal promovida pela organização cristã Samaritan’s Purse. Este ano, ela está produzindo vestidos para serem novamente enviados às crianças.

“No início, eu levei um dia e meio para fazer um vestido. Agora, eu consigo fazer três em um dia”, disse Eva, que vive em Zionville, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

A idosa trabalha duro, mas se sente grata por isso. “Eu amo isso. O Senhor me deu mãos sem artrite. Estou fazendo o que o Senhor me pediu para fazer”, destacou.

Eva aprendeu a costurar dentro de casa com sua mãe, que era costureira e passava horas em sua máquina. Seguindo seus passos, Eva conquistou algumas habilidades. “Eu faço tudo o que você quiser vestir”, disse ela. “Eu fiz todas as roupas das minhas filhas desde quando elas nasceram”.

Criada na igreja, Eva reconheceu Jesus Cristo aos 13 anos. Viúva desde os 36 anos, Eva trabalhou em diversos empregos, desde policial a caixa de supermercado. Ela também tem atuado como professora da Escola Dominical, membro do coral da igreja e agora costureira.

eva2

Acostumada a trabalhar arduamente, Eva busca glorificar a Deus em tudo o que faz. “Todos os dias devem ser vividos servindo ao Senhor. Quando me levanto pela manhã, eu leio a Palavra de Deus. Eu tento ser uma testemunha onde eu puder”, afirmou.

A oração de Eva é para que os vestidos tragam muita alegria às meninas em todo o mundo. A idosa encoraja os cristãos, não importa sua idade, a fazerem o que Deus os chamou para fazer. “Eu não acho que você é velho demais para aprender um ofício”, disse ela.

Eva planeja servir a Deus até o fim de sua vida. “Eu não posso nem imaginar como o céu vai ser maravilhoso. Eu não tenho medo de morrer, nem um pouco. Quando Jesus disser: ‘Eva, venha para casa’, eu vou. Eu sei que Jesus vai estar lá”, garante.

Fonte: Guia-me /com informações de Samaritan’s Purse

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *