Depressão – verdades e inverdades

A depressão é um problema muito comum entre os cristãos.

Mas, a pergunta que não quer calar, surge: – “Como pode um verdadeiro cristão estar deprimido?”. Isto talvez seja um sinal de que há pecado em sua vida? Isto não é verdade. Não condiz com as Escrituras, nem com a realidade cristã, nem muito menos com a psicologia.

O cristão pode ficar deprimido sim!

A depressão está clara nas Escrituras: nos Salmos de Davi (Sl 42.5,6). Nas declarações de Elias (1Rs 19.4) e de Jonas (Jn 4.3). Nas palavras de Jesus quando orou no jardim em agonia (Mt 26.38).

A expressividade da depressão faz a pessoa desesperar-se; seu semblante muda, seu rosto demonstra desânimo, infelicidade, perturbação, preocupação.

Outro sintoma da depressão são as lágrimas. O salmista declara no Salmo 42.3. O depressivo, tem perda de apetite e se alimenta de suas lágrimas.

Biografias de grandes cristãos também revelam momentos depressivos, como J. Wesley.

Então, como resolver o problema da depressão? Primeiro, reconhecer a depressão, que ela está presente em sua vida. Segundo, confessar que está deprimido, triste.

O que acontece é que muitas pessoas negam sua depressão, fazendo assim aumentar os seus problemas.

Uma depressão equivale a carregar nas costas uma tonelada de peso emocional. É mais ou menos essa a sensação que se tem.

Estar deprimido não é necessariamente um sinal de falha espiritual. Alguns casos de depressão mais sérios são consequência de um esgotamento emocional.

Dessa forma, lembremos que, o sucesso da melhora da depressão, está em aceitar que está doente e se firmar em Deus, porque O Seu amor e Seus cuidados duram para sempre.

Comments

1 comentário
  1. Avatar
    posted by
    Edna Solange do Nascimento
    fev 19, 2020 Reply

    “Estar deprimido não é necessariamente um sinal de falha espiritual. Alguns casos de depressão mais sérios são consequência de um esgotamento emocional”. Verdade, Carmem Oliveira. Parabéns”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *