* Vida Cristã

Amparados por Sua presença!

Este é o momento de rever sonhos e metas, pesar conquistas e derrotas e reconsiderar as estratégias.É inevitável chegar nesta época do ano e não começarmos a fazer um balanço, uma análise...

Pausa para revigorar!

“…revigore-se o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor. “ (Sl 31.24) O ano está se findando… mais um ciclo se conclui ao final de um tempo; junto às perdas e ganhos...

Casamento: Cônjuges X Sogros (2º Round)

Em nosso primeiro artigo, publicado semana passada, (), abordamos um assunto delicado: pais que se dedicam a “zelar” pelo bem estar dos filhos, já casados. Tratamos sobre esse comportamento, que...

Quando é preciso dizer “NÃO” aos filhos

A cada dia que passa, os filhos tentam dominar e manipular seus pais. Surgem desejos por parte dos filhos, de todos os lados. No meu tempo de criança, a desobediência era rara e o respeito aos...

Casamento: Cônjuges X Sogros (1º Round)

Gangorra (ou balancé) é um brinquedo muito popular. Diversas pracinhas possuem gangorras para as crianças brincarem. É impossível brincar de gangorra sem uma companhia (pois deve haver uma...

O amor seja sem hipocrisia…

Negócio lucrativo para o nosso inimigo é a incompatibilidade de nossos discursos se comparados com nossas ações. Desde os tempos de Jesus, a hipocrisia era condenada. A diferença é que nos dias...

A Fonte de Boas Águas!

Era um dia de intenso calor, em pleno verão, como tantos outros, no deserto de Berseba; a escassez de águas nos rios e, consequentemente de alimentos, representava para muitos, morte eminente. Para...

Não sou casado(a), mas não estou só!

“Agora, pois, temei ao Senhor, e servi-o com sinceridade e com verdade”… (Josué 24.14) O que é solidão? O dicionário Aurélio define solidão como o estado de quem vive só...

A Verdadeira Arte: A Pureza da Infância

Talvez, a maior dificuldade deste texto seja a de conseguir sair do lugar comum em que se transformou a discussão da performance artística no MAM, em que uma criança estimulada por sua mãe...

Até quando nos calaremos?

Sou de convicções firmes, mas sempre tive a famosa ideia de “preferir ser feliz a ter razão” e usei muitas vezes esse argumento a fim de justificar minha falta de atitude para certos embates...