As (in) certezas das curvas…

curvas2

É muito bom viajar! Uma das sensações bem presente nas estradas é uma certa ânsia em cada trecho com curvas, longas ou curtas, largas , estreitas. Elas nos despertam uma certa expectativa, às vezes, desconforto… Se não conhecermos o percurso então, maior ainda será nossa ansiedade.

Assim ocorre com a estrada que percorremos na viagem da vida. Há certas curvas que nos surpreendem e nos causam pesar. Sofremos nas perdas de pessoas tão amadas por nós, no abandono, na solidão… Todavia, é oportuno refletir o que nos tornaremos após cada curva… afinal, estamos em construção!

Devemos ter cautela em não sentir que há sobre nós, nas provações, um castigo imposto. Não. “…o castigo que nos propiciou a paz, caiu todo sobre Ele, e mediante as suas feridas fomos sarados…” (Is 53.5b). Ele, Jesus, tomou sobre Si esta sentença: o castigo, que era nosso.

As provações precisam ser percebidas em uma outra vertente. O sábio Salomão, em sua experiência, aprendeu que “… As provações e os açoites purificam as profundezas da alma” (Pv 20.30b).

Sim, sempre haverá algo após as curvas, paisagens nem sempre belas, contudo, descansemos confiadamente no Senhor do percurso, da história, da nossa vida.

NEle,

Lídia Lopes é pastora, bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, com convalidação na Escola Superior de Teologia (RS). Professora de Hermenêutica e Visão Panorâmica do AT e NT no Seminário Teológico do Oeste e Palestrante.

1 Comment

  • As palavras perfeita a conclusão no caminho que percorremos .Devemos plenamente confiar em nosso senhor Deus ,pois não intendemos seus planos ,mas confiamos em seus caminhos .💙🎵

Deixe seu comentário