Aprendendo com o tempo!

Segundo o dicionário, “Tempo” é uma duração relativa das coisas. Se você já esperou por alguém com certeza viu minutos passarem lentamente como horas e horas; o inverso também acontece se é você quem está atrasado, pode ter a sensação de o relógio estar contra você, e não importa o quanto você corra, as horas se passam como segundos diante de seus olhos. Horas, estações, meses, anos, o tempo cria em nós a ideia de passado, presente e futuro, e seja lá qual for o tempo, Deus é o Senhor em tudo.

O escritor de Eclesiastes foi quem mais discorreu sobre o tempo.  Sua observação clara e precisa sobre os ciclos que envolvem a vida pode até parecer simplória, mas se torna profunda quando observada pela ótica de quem não só aproveitou o melhor da vida como também compreendeu que, qualquer busca por bênção e satisfação terrena que possui um fim em si mesmo, tem como consequência o vazio e insatisfação.

O conselho do pregador diante de seus ouvintes sugere que as coisas debaixo do sol são vaidade, ou seja, sua busca temporária e humana pode ser uma distração vazia e infrutífera. A ideia não era condenar seus ouvintes a uma vida sem planos ou perspectivas, mas conscientizá-los que a vida sem Deus é uma vida sem sentido.

Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e jamais falte óleo sobre a tua cabeça.” (Ec.9:8)

Falar de tempo para quem aguarda na fila para um transplante, para quem espera pela cura, ou pra quem precisa pagar uma conta tendo saldo negativo no banco, não é o mesmo que falar com uma criança na expectativa do dia de seu aniversário, para a noiva que aguarda a data do casamento, ou uma grávida que espera o nascimento de seu bebê. Independente do tempo, ciclo ou estação que sua vida esteja passando agora, o convite é que suas vestes estejam sempre purificadas.

Na versão King James de Eclesiastes 9:8 sugere que “em todo tempo” em qualquer estação, estejam brancas as suas roupas e você esteja vestido com trajes de festa. Não é só se manter puro durante os ciclos da vida, sejam eles bons ou ruins, mas precisamos manter uma visão ampliada diante das adversidades. Que não nos falte a pureza, mas que não nos falte também otimismo, esperança, confiança e ânimo, tendo a certeza que na vida com Deus até as dificuldades possuem propósito.

Por fim, que nenhuma circunstância te faça perder o óleo sobre a cabeça, não só óleo produzido pelo Espírito, mas também aquele óleo, produzido pela honra e reconhecimento dos outros, sobre quem você é e quem você tem se tornado.

 “Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força; E ele muda tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos.” ( Dn.2:20 e 21)

Joyce Consoli é casada, mãe de três filhos; congrega na Igreja Batista Shalom em Brasília; e atua no Ministério de Louvor e pregação da Palavra.

Comments

2 Comments
  1. Avatar
    posted by
    Ravynne Valeriano Barbosa
    abr 17, 2018 Reply

    Amei! Palavra edificante ♥️ O tempo kairós muitas vezes não compreendemos, mas com certeza é o melhor para nós.

  2. Avatar
    posted by
    RAQUEL BORGES
    abr 17, 2018 Reply

    Ótima reflexão!!
    Que Deus continue te usando poderosamente com as palavras reveladas ao seu coração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *