Apoio seguro!

apoioseguro

“Ter-se-ia, porventura, encurtado o braço de Yahweh?” (Nm11.23b)

Esta pergunta retórica do Senhor, faz parte de um diálogo entre Ele e Moisés. A discussão em pauta, era a queixa de alguns estrangeiros e do próprio povo de Israel, desejosos de comer carne e o Senhor afirmou que eles comeriam carne até que saíssem das suas narinas… Moisés vê quão impossível seria tal coisa… impossível para qual braços?

Havia uma certa cultura entre as nações de que os deuses poderosos tinham braços longos, em sinal de grande poder. O contrário seria, mãos e braços curtos, encolhidos.

Nesta realidade, o profeta Isaías afirmou: a Mão do Senhor não está encolhida para que não possa salvar. O profeta Jeremias registra a inutilidade do homem em confiar em si mesmo e fazer da carne mortal o seu braço e apartar o seu coração do Senhor (Jr 17.5). Aliás, todas as vezes em que a tendência é confiar em nós mesmos, de maneira excludente do Senhor, estamos nos apoiando em bases marcas, sem segurança, sem certeza da firmeza devida a toda e qualquer situação.

Não, a Mão do Senhor jamais será curta para qualquer circunstância. Sua potente Mão está acima de tudo e de todos! Nesta certeza, nos lancemos aos Seus braços, seguros e acolhedores! Todos os outros apoios podem fraquejar, mas o Seu jamais falha, Sua Mão nos valerá!

Em Cristo,

Lídia Lopes é pastora, bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, com convalidação na Escola Superior de Teologia (RS). Professora de Hermenêutica e Visão Panorâmica do AT e NT no Seminário Teológico do Oeste e Palestrante.

Deixe seu comentário