Ansiedade: descansando no Senhor (Parte 1)

A Palavra de Deus em Mateus 6:25 e 26 declara o seguinte: “…não andeis ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta? Olhai para as  aves do céu, que não semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso pai celestial as alimenta. não tendes vós muito mais valor do que elas?.”

Quando Jesus nos diz para não vivermos de modo ansioso, estava mostrando que devemos lutar contra a nossa natureza.

Qual é a natureza do homem? – uma natureza má, inconsequente, imatura e outros adjetivos…

O ser humano tem pensamentos negativos, pensamentos antecipados  e  pensamentos exagerados.

Os pensamentos negativos eliminam quaisquer possibilidades  de motivação para buscar a felicidade.

Os pensamentos antecipados, são foco no futuro, fazendo com que a pessoa não viva o presente.

Os pensamentos exagerados, geram o estresse e consequentemente a depressão.

A ansiedade, no sentido bíblico, que é diferente de um transtorno de ansiedade, é pecado, por demonstrar apego ao que não é importante e desapego ao que é importante.

Devemos aprender a separar o necessário do  desnecessário, resultando em lixo emocional, isto é, tudo que excede, ultrapassa aquela natureza humana.

No passado cada vitória recebida de deus era celebrada com um altar (um montijo de pedras que reuniam), para não esquecer o que lhe acontecera.

E hoje, o que você faz para agradecer as bênçãos recebidas pelo nosso Deus? Continua amontoando pedras num altar? Abre a boca e exalta o nome do Senhor? Adora ao Senhor com louvor? Ora sem cessar em agradecimento? O que você faz  para agradecer pelo que Deus faz por você?

Reclamar é um estilo de vida. Agradecer também. Reclamar ou agradecer é uma decisão pessoal. O que você escolheu, reclamar ou agradecer?. Deus já cumpriu o que prometeu, te deu vida e vida em abundância. Faça como o que está em 1 Pedro 5:6-7 – “humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo, vos exalte, lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”.

A maioria de nós, se fizermos as continhas certas, tem mais motivos para agradecer do que para reclamar. Devemos agradecer  primeiramente a Deus, depois àqueles a quem usou para nos abençoar. Você já parou para pensar nas pessoas que Deus usa, para te abençoar? Muitas vezes, no momento que a bênção chega, esquecemos que Deus usa quem Ele quer…

Está  escrito – “ainda que eu ande no vale da morte…”  Deus não disse que você não andaria. Ele afirmou (ainda que eu ande…). Eu e você vamos andar pelo deserto, mas mesmo que venha a tempestade, Deus ali estará conosco, e nunca, nunca nos abandonará.

E andaremos como em Mateus 28:20 parte 2 – “e eis que estou convosco todos os dias(está escrito todos os dias), até a consumação dos séculos!”

Que possamos a cada dia, mais e mais, confiar Naquele que promete e faz!

Carmen Pires é psicóloga, psicopedagoga, consultora em Gestão de Pessoas e membro da Primeira Igreja Batista de Campo Grande (RJ).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *