Amparados por Sua presença!

mulherbuscando

Este é o momento de rever sonhos e metas, pesar conquistas e derrotas e reconsiderar as estratégias.É inevitável chegar nesta época do ano e não começarmos a fazer um balanço, uma análise apurada do que fizemos ou do que fizeram conosco, aonde chegamos ou se estamos no mesmo lugar. Considerando o ciclo natural de nossas vidas, com certeza, tivemos momentos de altos e baixos, alegrias e tristezas.

E o que fazer se análise de seus resultados for considerada negativa?

“A esperança que se adia faz adoecer o coração… “Pv.13.12a

De acordo com o dicionário, esperança significa sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que se deseja, expectativa do que se espera. O escritor de provérbios afirma que essa expectativa não alcançada faz adoecer, e como o faz! Essa palavra nunca fez tanto sentido como em nossos dias, quantos corações doentes, sofridos, por esperar por algo que muitas vezes nos parece inalcançável.

Davi descreve seu momento de espera: “Estou cansado de clamar, secou-se-me a garganta; os meus olhos desfalecem de tanto esperar por meu Deus” (Sl.69.3)…

São muitos os exemplos bíblicos de pessoas que sentiram dores por passarem pelo processo de esperança adiada, mas uma característica comum a todos estes personagens também é descrita pelo salmista: “Louvarei com cânticos o nome de Deus, exaltá-lo-ei com ações de graças… Vejam isso os aflitos e se alegrem; quanto a vós outros que buscais a Deus, que o vosso coração reviva.” (Sl.69.30,32). Ainda que diante da angústia de uma expectativa adiada, todos se mantiveram conectados em Deus, por meio da adoração e da fé em Sua Palavra.

“…mas o desejo cumprido é árvore de vida.” Pv.13.12b

Enquanto que a esperança que tarda adoece, o anseio cumprido é árvore de vida. De acordo com a palavra, esta árvore se encontra no paraíso de Deus (Ap.2.7), produz 12 frutos de mês em mês (Ap.22.2), esses frutos servem como alimento (Ez.47.12) e suas folhas são cura para os povos (Ap.22.2).

Mesmo quando não temos nossas expectativas atendidas no tempo em que consideramos oportuno, podemos desfrutar de um lugar de paz e descanso na presença do nosso Deus. Um lugar onde podemos ser alimentados e cuidados, principalmente, um lugar de cura para o nosso coração. A dinâmica da espera necessariamente precisa estar ligada à comunhão com o Eterno, pois ainda que nosso coração desfaleça, estaremos amparados por sua presença e sua palavra imutável.

“A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma… Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração.” (Sl. 19.7,8).

Joyce Consoli é casada, mãe de três filhos; congrega na Igreja Batista Shalom em Brasília; e atua no Ministério de Louvor e pregação da Palavra.

Deixe seu comentário