Alimentos que não podem faltar no cardápio das crianças

A educação alimentar também começa no berço. Por outro lado, os pequenos pagam caro quando não há orientação correta em relação a escolha dos alimentos — hoje, 33,5% das crianças brasileiras, com idades entre 5 e 9 anos, sofrem com excesso de peso.

Segundo o médico Patrick Rocha, especialista e pesquisador da área da nutrição, muitas crianças sofrem sintomas de gente adulta, como pressão sanguínea alta, manifestação de diabetes tipo 2 precocemente e níveis elevados de colesterol no sangue, em virtude, principalmente, de um histórico de má alimentação.

Efeitos psicológicos também atingem o público infantil, como a baixa autoestima, imagem corporal negativa e depressão.

“Tenho orientado pais e mães sobre hábitos alimentares saudáveis, que incluem principalmente alimentos naturais, que não passaram pela indústria. Alimentos processados em geral são ricos em açúcar, conservantes, trigo, contém excesso de sal refinado, gorduras trans e óleos vegetais industrializados, que são péssimos para o organismo”, explica Rocha.

“Com a mudança de hábitos é perfeitamente possível mudar essa situação, pois as crianças de uma forma geral possuem o metabolismo excelente”, destaca o médico.

Confira a seleção, feita pelo Dr. Rocha, de seis alimentos fundamentais que podem ocupar o lugar dos pães, salgadinhos e biscoitos, na dieta diária:

1) Ovos

Depois do leite materno esse é o alimento mais saudável que existe. Prefira os ovos caipiras que são mais nutritivos e saborosos.

2) Abacate
É uma fruta excelente para crianças. É rica em vitaminas e gorduras saudáveis.

3) Coalhada ou Iogurte Natural Integral
Vai ajudar e desenvolver uma flora intestinal saudável, melhorando a absorção de nutrientes e prevenindo o sobrepeso e a obesidade infantil. Se for adoçado, o indicado é consumir com stévia ou batido com alguma fruta doce como banana ou mamão.

4) Coco
Nas suas variadas formas, o coco seja a água de coco, a polpa, o coco ralado (não adoçado), o óleo de coco é um alimento muito benéfico para a saúde infantil. Rico em gorduras saudáveis ele ajuda a combater até infecções (gripes, verminoses, bactérias), sendo um alimento funcional excelente.

5) Peixes
De preferência frescos e criados naturalmente (mar ou rio), os peixes são ricos em proteínas e gorduras saudáveis e também são ricos em ômega 3, fundamental para a saúde do cérebro da criança, melhorando seu crescimento e desenvolvimento.

6) Hortaliças e Legumes
São ricos em vitaminas e fibras principalmente. Quanto mais variedade nas cores melhor para a saúde da criança. Esses são os principais exemplos.

Fonte: Guia-me

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *